Sobre a falta de inspiração e Vik Muniz

Acho até vergonhoso assumir, mas a verdade é que já faz algum tempo que me tem faltado inspiração pra postar aqui.

Porém como sou partidário do ditado “se a vida te dá limões, faça uma limonada”, resolvi escrever sobre isso.

Ao pensar sobre o assunto, percebi que a falta de certas experiências culturais acabaram por prejudicar minha verve.

Culpa do momento de vida que estou passando? Ah, a busca por um culpado, sempre presente. Deixemos os papos psicanalíticos pra outro lugar. rs rs

Voltando ao assunto “falta de inspiração”, percebi que posso estar deixando passar algumas pequenas experiências do meu dia-a-dia atual, que podem se tornar material interessante para os meus (poucos?) leitores.

Por exemplo, um amigo meu vai trabalhar na exposição de Vik Muniz que rola no MAM do Rio a partir de 23 de janeiro. O trabalho do artista parece ser bem interessante. Eu já vi os cartazes espalhados pela cidade, onde um auto-retrato foi composto com confetes de papel e fiquei me perguntando como ele conseguiu aquele efeito.

A trajetória do artista é bem peculiar. Ao ajudar um senhor que estava sendo assaltado em São Paulo, ganhou uma recompensa em dinheiro e resolveu ir pra Nova York tentar a vida. Pra saber o resto, visitem a exposição e visitem esse link.

Related Posts with Thumbnails

Um comentário em “Sobre a falta de inspiração e Vik Muniz

  • 18/01/2009 em 18:02
    Permalink

    elvis, fui na expo dele (acho q em 2001) e é um trabalho bem interessante. estou com vontade de ir nessa expo agora pq realmente tinha ficado impressionada na outra vez.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *